domingo, 14 de outubro de 2007

Baklava

Acabou o suspense... Aqui está o resultado da minha tarde de sábado, e a respectiva receita:

Ingredientes:
- 150 g de nozes;
- 150 g de amêndoas com casca;
- 150 g de miolo de pistacho:
- 1 embalagem de massa filo (ou oito folhas);
- 1 chávena (tipo caneca) de açúcar amarelo claro;
- 100 g (aprox.) de margarina;
- 1 caneca de chá de camomila (a bebida);
- 4 cravinhos da índia;
- 250 ml de mel;
- uma colher de chá de canela;


Preparação:

- Pique todos os frutos secos. Cuidado para não os picar demasiado, caso contrário obterá uma pasta, o que não é recomendável. Os frutos deverão estar picados neste tamanho:


- Junte aos frutos a canela, e duas colheres de sopa de açúcar amarelo. Mexa tudo com as mãos.

- Derreta a manteiga e pincele o fundo de um tabuleiro com uma folha de filo. Pincele a folha com manteiga e sobreponha uma outra.


- Deite sobre a massa filo um pouco de frutos secos e espalhe com as mãos, formando uma camada como na foto abaixo:


- Repita este processo mais duas vezes e termine com as últimas folhas de massa filo, unidas por manteiga.

- Dobre todas as pontas que saiem do tabuleiro para dentro, pincele a superfície com manteiga, de modo a que as pontas colem e a superfície fique dourada ao cozer.


- Corte transversal e perpendicularmente o blaklava até ao fundo, de modo a obter pequenos quadrados, sem tirar da forma. Atenção, esta é uma operação bastante delicada e requer uma faca bem afiada.

- Coloque no forno a 180 graus até ficar dourado. O aspecto com que deve ficar é este:

- Deixe o baklava arrefecer. Entretanto, junte o chá, o restante açúcar, o mel e os cravinhos da índia com mais uma caneca e meia/duas de água (desculpem, esta parte foi meio a olho) num pequeno tacho, e deixe ferver até obter a consistência de um xarope. Cuidado se pretender adicionar mais açúcar à água fervente, pois pode arrufar. O xarope deverá ficar parecido com isto:


- Despeje sobre o baklava, tendo especial atenção aos cortes que fez anteriormente (seja generosa aí) e deixe que este absorva todo o xarope. Depois de frio, coloque no frigorífico.



- E eis o resultado final (foi a nossa sobremesa hoje):




Espero que gostem! Apesar de exigir um pouco de paciência, esta receita é fantástica. Aqui em casa fez um enorme sucesso, se bem que na próxima vez que fizer vou fazer algumas alterações mais a meu gosto... A prática faz a perfeição, certo? Depois posto novamente a receita frisando as devidas alterações.

Tenham uma boa semana,

Cláudia

3 comentários:

Cor de Mel disse...

Que aspecto maravilhoso!!!
Está até com melhor aspecto que aquele que apresentaste anteriormente...
Bom um dia destes, não vou resistir e lá tenho de passar uma tarde na cozinha, pois tenho de experimentar esta maravilha.
Beijinhos e obrigada pela receita,
Lia.

lau (koisasfofas) disse...

Se o sabor for tão bom como o aspecto....hummm,deve estar delicioso...
Beijinhos

alice disse...

Hummm... Fico à espera das alterações. Quando eu fizer não ponho o pistacho, dobro antes as nozes que adoro. Entretanto vou procurar a massa que nunca vi ao pé de mim.
Beijinhos grandes
Alice